Subsídio

Governo promete agilizar fluxo de pagamentos de obras do Minha Casa Minha Vida

"Vamos saldar os compromissos e liberar os recursos necessários. Temos a intenção de lançar a terceira fase do programa ainda neste semestre", disse Nelson Barbosa

Minha casa Minha vida
Casas do programa Minha Casa Minha Vida

Depois de construtoras reclamarem do atraso no repasse de recursos do Minha Casa Minha Vida, o governo federal disse que vai agilizar o fluxo de pagamento das obras em andamento, segundo nota divulgada pelo Ministério do Planejamento nesta segunda-feira, 23.

Mais cedo, o ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, da Secretaria-Geral, Miguel Rossetto, das Cidades, Gilberto Kassab, e a presidente da Caixa Econômica Federal, Miriam Belchior, se reuniram com representantes de 12 movimentos sociais, como o Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST) e Movimento dos Trabalhadores sem Teto (MTST), para discutir a terceira fase do programa. Nova reunião foi marcada para maio e, segundo Rossetto, o programa será anunciado após consulta com os movimentos sociais.

“Vamos saldar os compromissos e liberar os recursos necessários. Temos a intenção de lançar a terceira fase do programa ainda neste semestre”, disse Barbosa, na nota.

PUBLICIDADE

A previsão do governo é que a terceira fase do programa contemple três milhões de novas moradias.