Governo pretende licitar ao menos oito usinas hidrelétricas em 2009

Também são previstos dois leilões no Pará até 2010; Estado inicia conversas com energéticas para renovação de concessão

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Prevenindo-se de uma possível escassez energética no futuro, o Governo federal pretende quadruplicar o número de licitações de usinas hidrelétricas no próximo ano, projetando ao menos oito leilões no período em questão.

Dentre as candidatas, incluem-se as usinas de Barra do Pomba e Cambuci, no Rio de Janeiro, Belo Monte, no Pará, e cinco hídricas na Bacia do Parnaíba, na região nordestina.

Investimentos em foco

“Contratamos a EPE (Empresa de Pesquisa Energética) para os inventários e queremos ter as oito no ano que vem e ainda faremos de tudo para termos Teles Pires e Tapajós (ambas no Pará) até 2010”, afirmou Márcio Zimmermann, secretário-executivo do ministério de Minas e Energia, explicitando as intenções estatais.

PUBLICIDADE

Por fim, o secretário informou que começarão as negociações com associações de geradores, distribuidores e transmissores de energia acerca da renovação da concessão de licenças, com vencimento posterior a 2015. Caso não haja renovação automática, haverá novas licitações para as atuais concessões.