Governo japonês estuda diminuir a maioridade legal de 20 para 18 anos

Ministro da Justiça do país irá montar um conselho com professores, empresários e políticos para discutir a medida

SÃO PAULO – O governo japonês considera diminuir a maioridade legal do país. Atualmente, um japonês só atinge a idade adulta quando completa 20 anos e a idéia é que o limite caia para 18 anos.

Nesta quarta-feira (13), o ministro da Justiça do Japão, Kunio Hatoyama, instruiu um grupo consultivo a iniciar os estudos e as discussões sobre o tema.

A mudança no Código Civil do país asiático pode ser muito difícil, já que implica na permissão para que os jovens consumam bebidas alcoólicas e cigarros.

Eleições

PUBLICIDADE

Por outro lado, a idade mínima para que os japoneses possam votar nas eleições e referendos do país também poderá diminuir para 18 anos.

Caso a redução da maioridade legal ocorra, o Ministério de Comunicações e Assuntos Internos irá iniciar os debates para decidir se deve ou não haver mudança na idade mínima para votar, que atualmente é de 20 anos.

O ministro da Justiça pretende escutar diversas opiniões sobre a proposta, e para isso irá escolher os membros do conselho que irá discutir a redução entre diversos representantes corporativos, consumidores e professores de escolas do Japão. A previsão é de que o conselho encerre o debate em cerca de um ano.