Política

Governo já tem nome para assumir vaga na Justiça e Cardozo deve ir para AGU

A ideia da presidente Dilma Rousseff é tentar manter Cardozo próximo do governo já que ele é hoje o ministro mais próximo dela

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Em rumores desde a semana passada, deve ser confirmada ainda nesta segunda-feira (29) a saída do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, da pasta. Segundo a Folha de S. Paulo, ele irá assumir a Advocacia-Geral da União no lugar de Luís Inácio Adams, enquanto Wellington Cesar, procurador baiano ligado ao ministro Jaques Wagner, da Casa Civil, assumirá o Ministério da Justiça.

A ideia da presidente Dilma Rousseff é tentar manter Cardozo próximo do governo já que ele é hoje o ministro mais próximo dela, fazendo dele um bom aliado em momentos de decisões. Segundo o jornal O Globo, outro cotado para assumir a vaga é o deputado Wadih Damous.

A decisão de Cardozo de entregar o cargo foi tomada no domingo, segundo diversos jornais. De acordo com o Estado de S. Paulo, ele confidenciou a amigos não suportar mais a pressão do PT, seu partido, agravada depois que a Operação Lava Jato, da Polícia Federal, passou a investigar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

PUBLICIDADE