Mundo em risco

Governo dos EUA alerta para a possibilidade de novo ataque contra a Síria

"Se jogarem gás em um bebê ou lançarem uma bomba de barril contra gente inocente, haverá uma resposta deste presidente", disse o porta-voz Sean Spicer

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A Casa Branca alertou a Síria nesta segunda-feira (10) que o Exército americano poderá voltar a agir em resposta caso sejam registrados mais ataques com armas químicas ou bombas de barril. “Se jogarem gás em um bebê ou lançarem uma bomba de barril contra gente inocente, haverá uma resposta deste presidente”, disse o porta-voz Sean Spicer.

“A cena de pessoas sendo contaminadas por gás e explodidas por bombas barril garante que, se virmos esse tipo de ação novamente, nos mantemos abertos à possibilidade de ação futura”, continuou Spicer.

O presidente Donald Trump ordenou na semana passada um bombardeio com mísseis contra uma base aérea do regime sírio, alegando que ela foi usada para executar um suposto ataque químico com gás sarin no reduto rebelde de Khan Sheikhun que deixou quase uma centena de mortos.

PUBLICIDADE

Essa é a primeira vez que a Casa Branca faz referência às bombas de barril, um tipo de artefato explosivo que não tem direção e que por isso costuma provocar um grande número de vítimas. Bashar al Assad nega que seu Exército use este tipo de arma.

“Não se pode imaginar uma Síria estável e pacífica com Assad no poder”, afirmou Spicer reforçando que o presidente sírio precisa renunciar para o país superar a guerra civil.