Governantes devem controlar o sistema financeiro internacional, diz Lula

Segundo presidente, é preciso fortalecer mercado interno, além de aumentar as exportações com países semelhante ao Brasil

SÃO PAULO – O presidente Luis Inácio Lula da Silva afirmou nesta segunda-feira (3) que o sistema financeiro internacional deve ser controlado pelos governantes, assim como ocorre com outros segmentos da sociedade.

“Todo mundo está consciente de que é preciso mudar o sistema financeiro internacional, de que é preciso ter controle dos governantes para que a gente não veja nenhum país do mundo repetir os erros graves que foram cometidos pela falta de controle do sistema financeiro, sobretudo a partir do governo norte-americano e do governo dos países europeus”, afirmou durante seu programa semanal Café com o Presidente.

Para ele, a única chance de enfrentar a crise de forma efetiva é fortalecer o mercado interno, além de aumentar as exportações com países de perfil mais semelhante com o do Brasil, principalmente as nações latino-americanas.

Cuba e G-20

PUBLICIDADE

Lula salientou ainda que o encontro do grupo do G-20 financeiro, que reúne ministros da área econômica e presidentes de bancos centrais, não deve ser palco de decisões definitivas, pois se faz necessário ouvir a opinião de outros países, que também serão afetados e terão que seguir uma posição deliberada.

Em relação à sua recente viagem à Cuba, o presidente foi só elogios e afirmou que o povo cubano trabalha com grande sacrifício para sanar as conseqüências do bloqueio norte-americano.