Governadores do Norte e Nordeste cedem e decidem apoiar a Reforma Tributária

Guido Mantega conquista apoio de governadores, mas Serra ainda mantém postura de resistência quanto às alterações propostas

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O ministro da Fazenda, Guido Mantega, conseguiu na última quinta-feira (27) um grande avanço nas negociações sobre a Reforma Tributária ao conquistar dos governadores do Norte e Nordeste a assinatura do documento de apoio ao projeto.

Apesar da resistência que a oposição, como no caso especial do Estado de São Paulo, tem colocado à matéria, os representantes do Governo ainda querem colocar o novo projeto para ser votado no plenário da Câmara.

“Os governadores do Norte e Nordeste fecharam a questão e querem que seja votada agora. A proposta está pronta. Matérias como essas só se discutem quando se colocam para votar”, disse o relator da reforma na Câmara, o deputado Sandro Mabel animado com a conquista do ministro.

Resistência de Serra

Aprenda a investir na bolsa

O governador de São Paulo, José Serra, foi citado pelas exigências que vem colocando para apoiar a reforma. Uma delas seria a reivindicação de que a alíquota do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) recolhida pelo Estado seja de 4%, em vez dos 2% propostos por outros governadores.