Em situação difícil

Governador do Rio pede apoio a Levy, que promete resposta nos próximos 10 dias

No encontro, Pezão ouviu do ministro da Fazenda que o País passa por um cenário difícil e que "não vai ser em quatro meses que a gente vai resolver essas dificuldades"

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB), se reuniu nesta quinta-feira, 23, com o ministro da Fazenda, Joaquim Levy. No encontro, ouviu do ministro que o País passa por um cenário difícil e que “não vai ser em quatro meses que a gente vai resolver essas dificuldades”. Um dos objetivos da reunião era pedir apoio em Parcerias Público-Privadas (PPPs) para o Estado.

Pezão pede o auxílio de fundos garantidores para viabilizar PPPs nas áreas de saneamento, banda larga e segurança. Segundo ele, Levy disse que vai estudar o pedido e dará uma resposta nos próximos dez dias.

O governador também pediu que o governo dê incentivos à fabricação de carros elétricos no País. Pezão negocia a instalação de uma fábrica desse tipo da Nissan na cidade de Rezende. Ele não falou se o retorno de Levy foi positivo.

PUBLICIDADE

Na reunião, o ministro pediu ao governador de Rio que faça um esforço para convencer outros Estados sobre benefícios da alteração nas regras do ICMS. As alíquotas, hoje diferentes em cada ente federativo, poderia ser unificada com nova legislação. Levy já sinalizou no início do mês que o governo poderia compensar Estados que tiverem perdas. Segundo o governador, 24 Estados já concordaram com a proposta do governo.