STF

Gilmar Mendes suspende posse de Lula e mantém investigação com Sérgio Moro

Ministro do STF afirmou ter visto intenção de Lula em fraudar as investigações sobre ele que ocorrem no âmbito da Operação Lava Jato

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes suspendeu nesta sexta-feira (17) a nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para o ministério da Casa Civil. A decisão foi proferida em ação apresentada pelo PSDB e pelo PPS.

Gilmar Mendes afirmou ter visto intenção de Lula em fraudar as investigações sobre ele que ocorrem no âmbito da Operação Lava Jato; o ex-presidente pode recorrer ainda ao plenário do Supremo.

O ministro do STF determinou ainda que as investigações da Lava Jato sobre Lula fiquem sob a condução do juiz Sérgio Moro, responsável pela Lava Jato na primeira instância judicial.

Aprenda a investir na bolsa

Lula tomou posse como ministro na manhã da última quinta-feira e, cerca de uma hora depois, o juiz federal Itagiba Catta Preta Neto, suspendeu a decisão por meio de uma liminar. Outras decisões foram proferidas e cassadas entre ontem e hoje. 

Mendes já havia criticado a nomeação de Lula para o ministério, afirmando que a iniciativa era uma fuga do petista da investigação da Lava Jato em Curitiba. “Vamos analisar. É um assunto digno de preocupação para o tribunal. Imagine os senhores que daqui a pouco a presidente da República decida nomear um desses empreiteiros que está preso lá em Curitiba como ministro dos Transportes ou da Infraestrutura. Nós passamos a ter uma interferência muito grave no processo criminal”, afirmou o ministro do STF na última quarta-feira. 

Especiais InfoMoney:

As novidades na Carteira InfoMoney para março

André Moraes diz o que gostaria de ter aprendido logo que começou na Bolsa