Garibaldi Alves é escolhido como candidato do PMDB à presidência do Senado

Ele venceu o senador Pedro Simon na disputa interna do partido e agora concorre ao cargo deixado por Renan Calheiros

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O senador Garibaldi Alves foi escolhido nesta terça-feira (11) como o candidato do PMDB à presidência do Senado. Ele venceu por treze votos a seis o senador Pedro Simon na disputa interna do partido e agora concorre ao cargo deixado por Renan Calheiros.

Outros três senadores que pretendiam concorrer abriram mão da candidatura em favor de Garibaldi: Neuto de Conto, Valter Pereira e Leomar Quintanilha. Garibaldi Alves tem 60 anos e está no seu segundo mandato como senador.

A eleição para a sucessão de Renan Calheiros à Presidência do Senado está marcada para a próxima quarta-feira, ao meio-dia. Por ser o maior partido da Casa, o PMDB tem direito à vaga.

PSDB confirma apoio

PUBLICIDADE

Logo após o anúncio, o PSDB afirmou que vai apoiar a candidatura de Garibaldi. Em reunião de bancada, o partido decidiu apoiar a candidatura e encaminhar ao senador uma carta de reivindicações.

“Se ele concordar com a nossa carta de princípios, será um candidato de consenso. Se ele não aceitar a carta, teremos candidatura própria”, disse o líder do partido, Arthur Virgílio.

No entanto, Virgílio acredita que Garibaldi irá concordar com as reivindicações do partido. Entre elas, estão o rodízio por critério matemático na relatoria dos projetos na Casa, a apreciação e a votação de vetos e a transparência nas contas.