Segundo jornal

Fundo administrado pela Caixa teria favorecido grupo de Donald Trump

Ainda segundo a matéria, o juiz da 10ª Vara Federal de Brasília Vallisney de Souza Oliveira acolheu a denúncia nesta quarta-feira e mandou abrir ação penal contra o grupo

SÃO PAULO – A Procuradoria da República no Distrito Federal afirmou à Justiça Federal que um fundo de investimento criado pelo FGTS e administrado pela Caixa Econômica Federal teria favorecido de forma suspeita “The Trump Organization”, grupo econômico do magnata e candidato do partido republicano à presidência norte-americana, Donald Trump. As informações são do jornal Folha de S. Paulo desta quinta-feira (27).

Conforme conta reportagem de Rubens Valente, um complexo de cinco torres de escritórios corporativos no Rio, denominado Trump Towers Rio, é “objeto de exame por parte da equipe interdisciplinar investigadora” da Operação Greenfield — palavras do procurador Anselmo Henrique Cordeiro Lopes, em manifestação datada de 21 de outubro. A ação investiga irregularidades em fundos de pensão.

Ainda segundo a matéria, o juiz da 10ª Vara Federal de Brasília Vallisney de Souza Oliveira acolheu a denúncia nesta quarta-feira e mandou abrir ação penal contra o grupo. A manifestação foi enviada ao juiz na ratificação à denúncia feita em junho passado pela PGR contra os ex-deputados e presidentes da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN).

PUBLICIDADE