Corrupção

Filho de Lula levou R$ 1,5 milhão de “forma muito suspeita”, diz Folha

Segundo a investigação, Luis Claudio teria agido para a renovação da MP que beneficiava o setor automotivo

SÃO PAULO – De acordo com documentos da Operação Zelotes, aos quais teve acesso a Folha de S. Paulo, a empresa LFT Marketing Esportivo, de Luis Claudio Lula da Silva, filho do ex-presidente, recebeu R$ 1,5 milhão da empresa de lobby Marcondes e Mautoni. A aliados, Lula teria atribuído as investigações do filho a uma tentativa de enfraquecê-lo politicamente. 

A Procuradoria da República no Distrito Federal disse ser “muito suspeito que uma empresa de marketing esportivo receba valor tão expressivo de uma empresa especializada em manter contatos com a administração pública (Marcondes e Mautoni)”.

A LFT teria recebido pagamentos de Marcondes, um dos lobistas investigados por negociar a edição e aprovação da MP 471, que prorrogava incentivos fiscais ao setor automotivo, durante o governo Lula. Luiz Claudio confirma o recebimento de R$ 2,4 milhões, mas defende que os valores são referentes a serviços prestados a uma empresa de Marcondes.

PUBLICIDADE

Segundo a investigação, Luis Claudio teria agido para a renovação da MP. 

Dilma completa 1 ano de mandato: como foi o desempenho de Bolsa dólar e mais 36 ativos? Deixe o email abaixo e confira: