Extorsão

Filha de Bendine recebe e-mail falso pedindo R$ 700 mil em nome do pai

Ela recebeu um e-mail em nome do executivo pedindo um depósito de R$ 700 mil para ajudar a garantir um habeas corpus no STF

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Amanda Bendine, filha do ex-presidente da Petrobras e do Banco do Brasil, Aldemir Bendine, sofreu uma tentativa de extorsão logo após a prisão do pai, ocorrida durante a 42ª fase da Operação Lava Jato. Ela recebeu um e-mail em nome do executivo pedindo um depósito de R$ 700 mil para ajudar a garantir um habeas corpus no STF (Supremo Tribunal Federal).

“Filha é o pai. Um agente está me ajudando neste e-mail. Estou bem avisa a sua mãe e a Andressa. Tenho um contato no RJ que tem uma conexão com o STF. Para garantir o habeas corpus domiciliar. eu já tinha combinado o valor com eles. Fale com a Silvana fazer um Ted para o banco do Brasil”, diz o texto do e-mail. Em seguida foi apresentada uma conta-corrente e agência para o depósito.

O e-mail foi anexado nesta sexta-feira (4) ao processo pela defesa do ex-presidente das estatais. “Tal situação, em razão de sua absoluta gravidade – chega a beirar o absurdo – demanda a adoção de providências imediatas por parte deste d. Juízo para apuração das devidas responsabilidades”, disse o advogado de Bendine, Pierpaolo Bottini.

Aprenda a investir na bolsa

A defesa pede que seja instaurado inquérito para investigar o caso, inclusive com a quebra de sigilo bancário da conta corrente indicada pelo e-mail.