FHC e Moro

FHC vai depor a Moro nesta quinta como testemunha de defesa em ação contra Lula

Ex-presidente tucano foi arrolado como testemunha de defesa de Paulo Okamotto, presidente do Instituto Lula e braço direito do ex-presidente petista. 

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso prestará depoimento nesta quinta-feira a partir das 9h (horário de Brasília), por vídeoconferência. ao juiz Sérgio Moro. Ele é testemunha de defesa de Paulo Okamotto, presidente do Instituto Lula e braço direito do ex-presidente petista. 

Okamato é réu no processo que apura o transporte do acervo presidencial de Lula depois que o petista deixou a Presidência. Os custos foram pagos pela empreiteira OAS e o Ministério Público afirma que o dinheiro veio de propina.

A estratégia de Okamotto ao chamar FHC é demonstrar que ex-presidentes recebem e guardam presentes e que estas práticas são normais. O advogado Fernando Fernandes afirmou à Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, que FHC será questionado, em primeiro lugar, sobre a importância histórica de um arquivo presidencial. 

Aprenda a investir na bolsa

Serão feitas perguntas ainda sobre quem seleciona os objetos a serem levados dos palácios presidenciais —se o próprio mandatário ou uma secretaria especializada. Lula também é réu no mesmo processo.