Evento LIDE

FHC diz “não saber como Dilma é economista” e que “Lula terá que se entender com Deus”

Em evento no Lide, o ex-presidente falou sobre Dilma Rousseff e Lula - e disse que a atual presidente está atrasada sobre avaliação da economia

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso fez críticas bastante contundentes sobre o atual governo durante evento no LIDE nesta segunda-feira (22), em São Paulo (SP).

O ex-presidente comentou, em entrevista coletiva após o evento, a fala de Dilma Rousseff ao Bom Dia Brasil. Ela afirmou hoje que a política econômica atual está na “defensiva” por causa da crise financeira internacional e que qualquer mudança dependerá de uma melhora na economia dos Estados Unidos.

Já para FHC, achar que o País depende da recuperação dos EUA já é estar atrasado, uma vez que a economia norte-americana já vem se recuperando, ao contrário do Brasil. “Sinceramente, não sei como ela é economista, não entendo”.

Aprenda a investir na bolsa

FHC também alfinetou Dilma ao rebater as falas da presidente de que ele teria quebrado o País algumas vezes durante o seu governo entre 1995 e 2002. “Agora pedir empréstimo ao FMI (Fundo Monetário Internacional) é quebrar o País? É por isso que ela não conseguiu o doutorado em economia, porque não conhece”.

O ex-presidente, quando foi perguntado se acredita na honestidade do presidente Lula – após dizer que acreditava na inocência de Dilma no caso de corrupção da Petrobras (mesmo não a eximindo de responsabilidades) – respondeu: “Eu não sou padre confessor para saber”, afirmou, dizendo que Lula vai ter que falar com Deus e se entender com Ele.

Sobre Dilma, ela afirmou que o  Brasil vive hoje uma corrupção sistêmica, e o presidente é responsável por isso. “Se não é corrupto, é conivente”, ressaltou.