Desistiu

FHC cancela palestra em Nova York após protestos de intelectuais

"Eu não desejo dar pretexto para mentes radicais, dirigidas por paixões partidárias, me usarem em uma luta imaginária ‘contra o golpe’", disse o ex-presidente

SÃO PAULO – O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso cancelou sua participação em uma palestra que ocorreria neste sábado (28) em Nova York sobre a democracia na América Latina após protestos de intelectuais. Segundo o jornal O Globo, o evento foi organizado pela LASA (Associação de Estudos Latino-Americanos) em homenagem aos 50 anos da entidade e FHC dividiria um painel de debate com o ex-presidente do Chile Ricardo Lagos.

A publicação teve acesso à carta em que o ex-presidente explica os motivos do cancelamento. “Eu peço que vocês entendam que a essa altura da minha vida, aos 85 anos, eu não desejo dar pretexto para mentes radicais, dirigidas por paixões partidárias, me usarem em uma luta imaginária ‘contra o golpe’, um golpe que nunca existiu”, escreveu FHC.

Ainda em abril, um grupo de membros da LASA, entre intelectuais brasileiros e estrangeiros, encaminhou à entidade uma petição defendendo ser inapropriado o tucano participar do painel no momento em que o partido dele, o PSDB, é apontado como um dos colaboradores de um “golpe” no Brasil pelos partidos que apoiam a presidente afastada Dilma Rousseff.

Em reação, a direção da LASA publicou uma carta em que reafirmou o convite ao ex-presidente brasileiro e defendeu que ele se deu pela reputação acadêmica de FHC e alterou o painel para “50 Anos de Vida Pública na América Latina”, tentando evitar mais polêmicas com a palavra “democracia”.