Executivos brasileiros têm expectativa positiva quanto ao governo de Obama

Por fim, para 86% deles, alta expectativa em torno da eleição de Obama não deve prejudicar seu desempenho

SÃO PAULO – Pesquisa realizada no final do mês passado, com executivos de cem empresas do País, mostra que 94% dos gestores têm expectativas positivas em relação ao governo de Barack Obama, atual presidente dos Estados Unidos.

O levantamento é da TNS InterScience e englobou empresas dos segmentos de Tecnologia da Informação, automotivo, têxtil, eletroeletrônico, farmacêutico, químico e petroquímico, metalúrgico, siderúrgico e de autopeças, entre outros.

Relação EUA-Brasil

Por outro lado, 56% deles não acreditam na possibilidade de avanços entre o Brasil e os Estados Unidos, enquanto 27% deles vislumbram perspectiva de melhora.

PUBLICIDADE

Questionados sobre quais deveriam ser as prioridades do presidente norte-americano, neste momento conturbado da economia, 67% responderam o combate à crise em âmbito mundial. Já 14% disseram que o importante era lutar contra os efeitos negativos da crise especificamente no mercado americano. Confira as respostas:

Quais devem ser as prioridades de Barack Obama?

  • Crise econômica mundial: 67%;
  • Solucionar a crise nos EUA: 14%;
  • Geração de emprego: 8%;
  • Conflitos no Oriente Médio: 7%;
  • Redução de tributos: 3%;
  • Regulação econômica-financeira do mercado interno norte-americano: 1%.

Por fim, para 86% dos executivos brasileiros, a alta expectativa de todo o mundo em torno da eleição de Obama não deve prejudicar seu desempenho como presidente. Apenas 9% dos participantes da pesquisa acreditam que esse fator poderá influenciar negativamente seu mandato.