Dia D para Lula

EXCLUSIVO: Como 26 grandes gestoras se posicionaram para o dia decisivo do julgamento de Lula

Pesquisa feita pela  área de fundos de investimentos da XP traz um panorama sobre o que as gestoras esperam para o evento - e como se posicionaram para enfrentá-lo

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em segunda instância. O evento desta quarta-feira (24) está sendo observado com lupa pelo mercado, dada a sua grande importância para a definição dos rumos, não só do petista, como também para a eleição presidencial deste ano.

Quer investir seu dinheiro? Clique aqui e abra a sua conta na XP Investimentos 

O mercado, inclusive, já mostrou a busca por “proteção” na sessão da última terça-feira (23) para enfrentar o julgamento de Lula na próxima sessão. Afinal, não é só a condenação ou a absolvição que está no radar, mas também o placar. A condenação será unânime (3 a 0)? Será uma condenação por 2 votos contra 1?

PUBLICIDADE

Dependendo do placar da decisão dos desembargadores, o trâmite para a condenação definitiva do ex-presidente, o que impediria a sua participação nas eleições presidenciais, pode ser mais rápido ou mais lento. E isso com certeza é observado com grande atenção pelo mercado – o que inclui, claro, grandes gestoras,que também se posicionaram para esse dia. Pensando nisso, a área de fundos de investimentos da XP realizou uma pesquisa com diversas gestoras em que são apontadas quais são as expectativas com o evento e como cada uma das gestoras  se preparou para ele, contando com a visão de 26 casas. Confira abaixo:

GestoraExpectativa para o resultado do julgamentoImplicações no mercadoPosicionamento do(s) fundo(s)
AbsoluteCondenaçãoO evento já está precificado
pelo mercado
Nenhum posicionamento específico
para o evento
Adam CapitalA casa não apontou expectativa para o resultado do julgamento e a equipe de gestão
comenta que seu portfólio é balanceado para suportar a volatilidade potencial de curto prazo
Nenhum posicionamento específico
para o evento
ARXCondenaçãoO mercado deve reagir positivamente à condenação unânime
e negativamente nos demais resultados, inclusive na condenação por 2 a 1
Estão aplicados em juros reais e comprados em real contra dólar americano.
AZ QuestCondenaçãoO evento já está parcialmente precificado
pelo mercado mas, caso o tribunal decida pela absolvição, os ativos sofrerão grande desvalorização
Reduziram o risco de portfólios, especialmente através do corte na exposição líquida comprada em bolsa, nos fundos Macro e Long short
Bahia Asset MaganementCondenação por unanimidadeA condenação por unanimidade implicaria em uma performance positiva dos ativos brasileirosReduziram as posições direcionais compradas em bolsa, as posições em juros reais de médio prazo e zeraram a posição comprada em real contra dólar
BTG PactualSem visão clara sobre o resultadoNo caso de absolvição, haverá aumento na volatilidade de curto prazo e abertura das taxas de juros. Caso contrário, o inverso ocorrerá Mantém posicionamento de médio prazo, aplicados na parte curta da curva de juros
Canvas CapitalCondenação por unanimidadeQualquer resultado diferente da condenação por unanimidade impactaria negativamente o mercadoEstão aplicados em juros reais longos, comprados em dólar contra real como operação de hedge e com posições de long short na bolsa com net comprado
ClaritasCondenação por unanimidadeA condenação por unanimidade implicaria reação positiva do mercado, mesmo com dissenso sobre a penaRedução do risco de portfólio tanto em bolsa, como em moedas e no mercado de juros, assim como fizeram operações de hedge 
Credit Suisse Hedging-GriffoCondenaçãoO evento deve trazer alguma volatilidade no curto prazo, mas não altera o cenário de médio/longo prazoSeguem com visão construtiva com relação aos ativos locais, comprados no Ibovespa e no real, além da posição aplicada em juros reais na parte intermediária da curva
Flag Asset ManagementCondenaçãoA condenação por unanimidade está praticamente precificada mas, no caso do resultado de 2X1, o mercado deve realizarMantém posições favoráveis ao mercado local, porém menores do que vinham carregando
Garde Asset ManagementSem visão clara sobre o resultadoPara uma condenação por unanimidade, deve haver redução dos atuais prêmios de riscos embutidos em taxa de câmbio e juros. Para um resultado 2X1, espera-se uma piora dos mercados na margemEstão vendidos em dólar contra o real, aplicados em B22 e B26 e com pequena posição comprada em Ibovespa
Gávea InvestimentosCondenação por unanimidadeUma decisão de relevância para o mercado será tomada apenas em maioNão possem posicionamento específico para o evento e seguem “leves” em Brasil
Ibiúna InvestimentosSem visão clara sobre o resultadoO resultado do julgamento será interpretado nas entrelinhas e os resultados possíveis são diversosEstão com posições zeradas em Brasil
Iporanga InvestimentosCondenação por 2X1O resultado do julgamento pode impactar negativamente a bolsa e o mercado de câmbioNenhum posicionamento específico
para o evento
Kapitalo InvestimentosCondenaçãoAs condenações com resultado de 3X0 ou 2X1 são equivalentes no médio prazo, mas a absolvição traria resultados negativos ao mercadoDiminuíram as posições, pois os preços refletiam uma expectativa positiva para o julgamento
KineaCondenação por unanimidadeA condenação por unanimidade teria um impacto positivo moderado no mercadoNenhum posicionamento específico
para o evento, mas suas posições devem ser beneficiadas com a condenação unânime e prejudicadas com a absolvição
Kondor InvestCondenação por unanimidadeCaso haja absolvição, haverá impacto bastante negativo no mercadoNenhum posicionamento específico
para o evento, mas possuem posições em juros e bolsa que devem ser prejudicadas em caso de absolvição
Mauá CapitalCondenação por unanimidadeHá uma expectativa de melhora marginal no preço dos ativosDevem manter o risco no mercado internacional e diminuir o risco em real e juros mais longos
Mirae AssetCondenação por unanimidadeO mercado deve manter-se em compasso de espera até que a decisão final seja tomadaAs posições mais influenciadas pelo julgamento são posição comprada em ações, com hedges parciais no índice e trava de juros nominais
Modal Asset ManagementCondenação por unanimidadeA condenação por unanimidade teria um impacto extremamente positivo para os mercados. No caso de um resultado de 2X1, os mercados devem realizarPossuem maior concentração de risco na bolsa via opções (call de Ibovespa e Petrobras) e estão com posição vendida na inclinação de juros 20 com 23
OpportunityCondenaçãoO evento parece já estar precificado pelo mercadoDada a elevada incerteza, mantiveram as carteiras multimercados como um menor risco de utilização de risco
Paineiras InvestimentosA casa optou por não divulgar suas expectativas e o seu posicionamento
Porto Seguro InvestimentosCondenaçãoO ambiente de incertezas com relação às eleições se mantém e deve haver uma pequena piora no preço dos ativosReduziram o risco dos fundos, mas seguem posicionados para uma melhora de cenário
SulAméricaCondenaçãoCom a condenação, deve haver uma performance positiva dos ativos brasileirosReduziram posições em câmbio, juro nominal e real e mantiveram posição aplicada em juro real
Truxt InvestimentosCondenaçãoIndependentemente de uma condenação com resultado 3X0 ou 2X1, o processo será longoA principal alocação de risco do fundo está concentrada no mercado externo
Verde Asset ManagementA casa optou por não divulgar suas expectativas e o seu posicionamento
Vintage InvestimentosCondenação por unanimidadeA condenação por unanimidade deve trazer impacto positivo ao mercado. Porém, caso a decisão não seja unânime, o impacto deve ser negativo, mas limitadoNenhum posicionamento específico
para o evento
XP Gestão de RecursosCondenação por unanimidadeCaso a condenação não seja unânime, os ativos poderão sofrer uma realização no curto prazoEstão comprados em bolsa, com hedge via opções para o evento, aplicados em juro real e vendidos em dólar contra o real

 Acompanhe o julgamento ao vivo: