CPI da Petrobras

Ex-vice-presidente da Camargo Corrêa chora ao falar da família na CPI da Petrobras

O executivo ficou com a voz embargada ao falar dos filhos e foi obrigado a tirar os óculos para enxugar as lágrimas

O executivo Eduardo Hermelino Leite, ex-vice-presidente da construtora Camargo Côrrea, chorou durante depoimento à CPI da Petrobras (PETR3;PETR4), ao responder pergunta do deputado Carlos Andrade (PHS-RR) sobre o que o levou a fazer acordo de delação premiada com a Justiça.

Leite começou a explicar que a delação premiada foi uma estratégia jurídica, principalmente depois que seu nome foi mencionado na Operação Lava Jato. Segundo ele, a imagem pública de sua família também pesou na decisão.

O executivo ficou com a voz embargada ao falar dos filhos e foi obrigado a tirar os óculos para enxugar as lágrimas. “É nesses dois momentos que eu provoco prejuízo de imagem à minha família”, disse.

PUBLICIDADE