Mensagem confusa

Ex-presidente do PT diz que programa do partido não será antimercado – mas vai contra reformas

Dentre as medidas que devem agradar ao mundo financeiro, Rui Falcão promete "a estabilidade do câmbio, da inflação, redução dos juros, abertura de mercados"

SÃO PAULO – Uma mensagem relativamente apaziguadora – ainda que confusa – ao mercado veio de uma fonte inusitada nesta terça-feira (17). O ex-presidente do PT (Partido dos Trabalhadores), Rui Falcão, afirmou em entrevista à Folha de S.Paulo que o programa da sigla para o país não será “antimercado” e que o pré-candidato Lula governaria inclusive para o empresariado e a classe média. 

Dentre as medidas acenando para o mundo financeiro, Falcão aponta para um programa que vai priorizar “a estabilidade do câmbio, da inflação, redução dos juros, abertura de mercados”, enquanto a classe média contaria com a isenção do Imposto de Renda para quem ganha até cinco salários mínimos. 

Na mesma entrevista, no entanto, o petista adotou posicionamento contrário ao teto dos gastos públicos e à reforma trabalhista aprovadas durante o governo Michel Temer, além de indicar que privatizações “na área do petróleo” seriam revistas – contrariando pautas de interesse do mercado. Ele ainda afirmou que os tributos estão concentrados na produção, no consumo com os impostos indiretos, que devem ser migrados para os diretos, sobre renda, ganho de capital e dividendos. 

PUBLICIDADE

Quanto às “bandeiras históricas” do partido, diz que serão retomadas iniciativas de reforma agrária, proteção às reservas indígenas e quilombolas, e que será reativado o programa “Minha Casa, Minha Vida”.

Para as eleições de outubro, Falcão ainda não admite pensar em outros nomes à candidatura do PT além do ex-presidente Lula, que, apesar de líder nas pesquisas de intenção de voto, pode ser frustrado pela Lei da Ficha Limpa. “Vamos registrar Lula e, se de todo for inviável, será escolhido alguém para representá-lo. Isso vai ocorrer até 20 dias antes do primeiro turno”, garante.

Quer investir em ações pagando só R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear