Investigado

Ex-assessor de Temer, Rocha Loures se torna réu em caso de mala de R$ 500 mil

A denúncia é a mesma oferecida contra Michel Temer e que teve o prosseguimento recusado na Câmara dos Deputados

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O juiz Jaime Travassos Sarinho aceitou denúncia do Ministério Público Federal, tornando o ex-assessor do presidente Michel Temer, Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), réu no caso da mala de R$ 500 mil entregue por um executivo da JBS. Ele irá responder por corrupção passiva na 10ª Vara Federal em Brasília.

A denúncia é a mesma oferecida contra Michel Temer e que teve o prosseguimento recusado na Câmara dos Deputados. No entendimento do juiz Jaime Sarinho, verifica-se que “há substrato probatório mínimo que sustenta a inicial acusatória, existindo, portanto, justa causa pra a deflagração da ação penal”.

O juiz apontou que os relatos da acusação estão “materializados” nos relatórios polícias, áudios, vídeos, fotos e diversos documentos colhidos na investigação feita pela Polícia Federal e PGR. Rocha Loures foi filmado recebendo uma mala de R$ 500 mil do executivo Ricardo Saud, apontado como intermediário entre Temer e Joesley Batista.

Aprenda a investir na bolsa