EUA: republicanos retomam controle da câmara, mas senado segue democrata

Eleições de meio de mandato levam Obama a perder maioria na câmara baixa e ceder terreno à oposição na câmara alta

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Nas eleições legislativas realizadas na última terça-feira (2) nos EUA, o partido republicano retomou o controle da câmara de representantes após quatro anos de posse democrata. Além disso, embora não tenham sido capazes de tomar a maioria governista no senado, os republicanos tiveram avanços significativos na casa.

De acordo com projeções divulgadas pela imprensa norte-americana – uma vez que a contagem dos votos não foi oficialmente encerrada -, ao menos 52 vagas na Câmara de Representantes que anteriormente estavam sob posse dos democratas devem ir para o partido Republicano, dando a estes a maioria no Congresso.

Porém, um certo alento aos democratas foi o fato de os republicanos terem fracassado no objetivo de tomar a maioria no Senado. Os democratas conquistaram vitórias importantes em estados como Virginia Ocidental e Califórnia, o que acabou com as ambições dos republicanos de reverter dez cadeiras dos oponentes para obter a supremacia na casa.

Aprenda a investir na bolsa

Advertência
Ainda na véspera, o republicano John Boehner, provável futuro líder da Câmara de Representantes, afirmou que a vitória de seu partido representa uma advertência dos norte-americanos ao presidente Obama. “Esperamos que ele respeite a vontade do povo, mude o rumo e comprometa-se a fazer as mudanças que demandam”, assinalou Boehner.