Previsões

EUA estão muito próximos de voltarem para a recessão, afirma Sam Zell

CEO do Equity Group criticou o governo e afirmou que a falta de confiança das empresas tem evitado que o país cresça

SÃO PAULO – Em entrevista à CNBC, o CEO (Chief Executive Officer) do Equity Group Investments, Sam Zell, afirmou nesta terça-feira (2) que a falta de confiança no futuro tem feito com que companhias norte-americanas fiquem receosas quanto a investir em seus negócios, e com isso, os EUA estão próximos de voltar para a recessão.

De acordo com Zell, as injeções de liquidez do Federal Reserve são apenas para sustentar o mercado de ações, e que a falta de liderança do governo está fazendo com que US$ 2 trilhões em balanços de empresas fiquem à margem. “Ninguém está querendo assumir compromissos para o futuro”, afirmou o CEO durante entrevista. Um dos sinais destacados por Zell para a proximidade da recessão é quando os projetos das empresas começam a atrasar, e é exatamente o que está ocorrendo no momento.

Os Estados Unidos têm apresentado uma alta taxa de desemprego – atualmente ela está em 8,1% – e um crescimento muito lento, com o PIB (Produto Interno Bruto) mostrando expansão de apenas 1,3% no segundo trimestre.

PUBLICIDADE

Zell não cita diretamente Barack Obama – presidente do país e candidato à reeleição -, mas já doou US$ 70 mil para a campanha do candidato republicano Mitt Romney. Ele ainda afirma que os EUA “precisam de liderança e de encorajamento, e não críticas e desencorajamento”.

Para finalizar, o CEO defendeu que não importa quem ganhe a eleição para presidente, mas que o vencedor terá muita coisa para fazer logo de início, além de que, baseado no cenário atual, é difícil não supor que o país está na iminência de voltar para a recessão.