Sem papas na língua

“Eu não dirijo sob efeito de álcool e drogas”, detona Dilma

Em sua tréplica, o tucano afirmou que considera indigno uma presidente da República mentir, como Dilma faz constantemente.

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – No terceiro bloco, a presidente Dilma Rousseff, do PT, explicou que não se referiu ao episódio em que Aécio foi parado por uma blitz quando perguntou de Lei Seca. “Não entendo porque o senhor pessoaliza tanto. Eu não dirijo sob (efeito) de álcool e drogas”, alfinetou Dilma, acrescentando que a lei seca deve ser tratada com cuidado e respeito.

Em sua resposta, o tucano afirmou que considera indigno uma presidente da República mentir, como Dilma faz constantemente. “Tampouco eu, candidata, mentir e insinuar ofensas como essa não é digno de qualquer cidadão, mas é indigno por uma Presidente da República, candidata, a sua campanha é a campanha da mentira“, contestou o tucano. 

Além disso, o peessedebista citou uma séire de exemplos em que Dilma faltou com a verdade. “A senhora no seu Twitter, candidata, disse que Minas Gerais teve a menor redução da taxa de mortalidade infantil do Brasil. Mentiu, candidata. Minas Gerais, no meu tempo de governo, foi o estado que mais reduziu a mortalidade entre todos os estados do Sudeste, do Sul, e do Centro-Oeste, candidata. A senhora disse no último debate que construiu 3.750 milhões de casas, a senhora mentiu, a senhora construiu metade disso, candidata. Fale a verdade, o Brasil não merece a campanha que a senhora está querendo fazer”.

Aprenda a investir na bolsa