RADAR INFOMONEY Hering (HGTX3) sai do básico com plano ousado para 2021. Vai funcionar?

Hering (HGTX3) sai do básico com plano ousado para 2021. Vai funcionar?

Ao The Guardian

Eu fui o melhor presidente do Brasil, é quase impossível repetir meu sucesso, diz Lula

"Eu fui o melhor presidente da história do Brasil. É quase uma missão impossível tentar repetir esse desempenho. Eu teria que competir contra mim mesmo", afirmou

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Assim como tem feito a presidente afastada Dilma Rousseff, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem concedido diversas entrevistas a veículos internacionais de imprensa. Nesta segunda-feira (4) foi a vez do inglês The Guardian. Na conversa ele exaltou seus feito na presidência, voltou a criticar a imprensa e deu pistas se pode ou não ser candidato em 2018.

Neste assunto, Lula afirmou que gostaria que outro candidato concorresse ao cargo pelo PT, mas que ele deixará a decisão para o partido. Ele aproveitou o momento para reforçar o bom trabalho que fez quando era presidente. “Eu fui o melhor presidente da história do Brasil. É quase uma missão impossível tentar repetir esse desempenho. Eu teria que competir contra mim mesmo”, afirmou.

A matéria lembra ainda o choro do ex-presidente enquanto assistia a votação do processo de impeachment na Câmara dos Deputados, em abril. Segundo ele, naquele momento ele viu “ruir” o projeto que o PT construiu nos 14 anos de governo. Porém, o petista também aproveitou para criticar a imprensa, que para ele tem “um objetivo: condenar o Lula. ‘Não podemos permitir que este homem concorra [à presidência] em 2018′”.

Lula aproveitou a entrevista ainda para rechaçar a ideia de que teria se arrependido de indicar Dilma para ser sua sucessora. Ao contrário do que indicaram os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e José Sarney, o petista se diz orgulhoso de ter indicado e eleito Dilma.