AO VIVO Renda extra imobiliária: Como montar uma carteira vencedora de FIIs; assista

Renda extra imobiliária: Como montar uma carteira vencedora de FIIs; assista

Estratégia de saída dos estímulos deve ser debatida em reunião do G-20

Fontes ligadas à agência Reuters informam que debates sobre o assunto terão início durante o encontro da próxima semana

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Mesmo tendo previsão para ser realizada daqui uma semana, a reunião do G-20 já começa a repercutir nos mercados, após informações da agência Reuters que, durante o evento – que ocorrerá nos dias 24 e 25 de setembro -, deverão ser iniciadas as discussões sobre a estratégia de saída dos pacotes de estímulo governamental.

A agência de notícias creditou as informações a uma de suas fontes, que preferiu manter o anonimato. Segundo essa pessoa, os líderes dos países que utilizaram de planos de estímulo para impulsionar suas economias deverão dar início às conversas sobre a retirada, afirmando que a palavra “estratégia de saída” deve começar a ser usada cada vez mais.

Existe um impasse envolvendo a questão dos aportes financeiros e fiscais. Enquanto a retirada precipitada desses incentivos pode estremecer as estruturas econômicas e causar um novo colapso no sistema, a manutenção desses pacotes por um tempo maior do que o necessário pode levar a um estímulo excessivo à atividade econômica, submergindo esses países a uma forte tendência inflacionária.

Decisões devem ser adiadas

PUBLICIDADE

Apesar da expectativa de que se iniciem os diálogos em torno dessa questão, as fontes não esperam que todos os detalhes sejam definidos durante os dois dias de encontro. De acordo com as fontes, respostas para questões como “quando será colocada em prática essa estratégia” deverão ser postergadas para a próxima reunião, dentro de seis meses.

Outros pontos também devem ser colocados em pauta apenas no próximo encontro do G-20. “Isto é algo para ser discutido mais tarde e fora de terras norte-americanas”, diz uma das fontes da Reuters.