Caravana em MG

“Estou perdoando os golpistas que fizeram essa desgraça no País”, diz Lula em BH

Líder nas pesquisas eleitorais até o momento, mas com risco de ser impedido de se candidatar por um possível enquadramento na Lei da Ficha Limpa, o ex-presidente afirmou ter convicção de que é possível recuperar o Brasil

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Encerrando sua caravana por Minas Gerais, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que está “perdoando os golpistas”, em referência aos que apoiaram o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, e que irá “virar o jogo e trazer a democracia de volta”. O discurso do petista foi feito em Belo Horizonte, onde encerrou um percurso por 20 cidades no interior mineiro.

“Estou perdoando os golpistas que fizeram essa desgraça no País”, disse Lula. Líder nas pesquisas eleitorais até o momento, mas com risco de ser impedido de se candidatar por um possível enquadramento na Lei da Ficha Limpa, o ex-presidente afirmou ter convicção de que é possível recuperar o Brasil. Ele aproveitou a fala para defender um referendo revogatório das medidas aprovadas pelo governo Michel Temer e a democratização dos meios de comunicação. Na avaliação de Lula, o peemedebista praticou, com suas medidas, “um aborto no futuro do país”.

Também presente no ato na capital mineira, a ex-presidente Dilma Rousseff foi bastante aplaudida e ouviu gritos de “voltar, querida”. “Vamos barrar esse golpe parlamentar comprado com dinheiro da corrupção, que está desorganizando o país e levando o caos entre os Poderes”, disse ela.

PUBLICIDADE

Outro que se fez presente no ato foi o senador Lindbergh Farias (PT-RJ), que disse que eleger Dilma para o Senado em 2018 por Minas Gerais seria “um chute na bunda de Aécio [Neves (PSDB-MG)]“.