AO VIVO Por Dentro dos Resultados: Vice-presidente e diretor de RI da Raia Drogasil comentam os números da rede de drogarias

Por Dentro dos Resultados: Vice-presidente e diretor de RI da Raia Drogasil comentam os números da rede de drogarias

Pelo Twitter

“Estou extremamente tranquilo”, diz Lula sobre julgamento

Ex-presidente acompanha sessão no TRF-4 do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Enquanto os desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região decidem se mantêm ou não condenação proferida pelo juiz federal Sérgio Moro no caso envolvendo um triplex no Guarujá, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se disse “tranquilo” com o processo. Em sua conta no Twitter, o líder petista afirmou ter a consciência de que não cometeu nenhum crime e que o que está acontecendo com ele “é muito pouco diante do que está acontecendo com milhões de brasileiros desempregados nesse país”.

“Estou extremamente tranquilo e tô com a consciência de que não cometi nenhum crime. A única coisa certa que pode acontecer é eles dizerem que o Moro errou”, afirmou o ex-presidente, que acompanha o julgamento de seu recurso no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, por seu perfil na rede social.

Quer investir melhor seu dinheiro? Clique aqui e abra a sua conta na XP Investimentos

PUBLICIDADE

“Eu tenho muita disposição e o que está acontecendo comigo é muito pouco diante do que está acontecendo com milhões de brasileiros desempregados nesse país”, complementou em outra postagem. O ex-presidente proferiu discurso a sindicalistas, com vídeo também transmitido em sua página no Facebook.

Em julho do ano passado, o ex-presidente foi condenado a nove anos e seis meses de prisão em primeira instância, no âmbito da operação Lava Jato, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Nesta quarta-feira (24), os três desembargadores membros da 8ª turma do Tribunal em Porto Alegre (RS) analisam recurso apresentado pela defesa.

As expectativas são de que o líder petista tenha condenação mantida, o que dificultaria a possibilidade de disputar as eleições presidenciais e elevaria o risco de eventual prisão. Contudo, ainda caberiam recursos no próprio colegiado e em instâncias superiores.

O ex-presidente também afirmou que o “povo está começando a acordar” do “efeito da anestesia” durante o impeachment de Dilma Rousseff. “Se contou muita mentira sobre o PT e sobre Dilma. Diziam que ia melhorar…”, afirmou pelo Twitter. “Resolveram criticar porque o PT estava fazendo demais. Pq estávamos conversando demais com a Bolívia, com o Equador, com a Venezuela ao invés de conversar com os EUA. O que incomoda eles é que a gente não queria ser mais do que ninguém, mas não aceitamos ser menos”.

Lula também criticou as iniciativas do atual governo frente à Petrobras e bancos públicos, como o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social) e a Caixa Econômica Federal. O ex-presidente aproveitou a ocasião para elogiar o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, de onde acompanha o julgamento. “Esse sindicato, desde que foi fundado em 59, mudou a História desse país. Eu sei o que esse sindicato significa pra democracia”, postou. “A conquista que vocês tiveram ao longo dos anos incomodou a elite brasileira. Esse país sempre foi pensado para 35% da população. Pobre era apenas estatística”.

Ao final da sequência de postagens, o líder petista disse que a única coisa que tem certeza é que só parará de lutar no dia em que morrer e deixou no ar uma mensagem aos adversários: “Eles se preparem porque a gente vai voltar e vai transformar esse país”.