Lava Jato

Esquema de corrupção teve origem na Casa Civil do governo Lula, diz procurador

Procurador falou durante entrevista em que foram revelados dados da 19ª fase da Operação Lava Jato

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O procurador regional da República Carlos Fernando dos Santos Lima, que integra a força-tarefa da Operação Lava Jato, afirmou nesta segunda-feira (21) que o esquema de corrupção investigados em estatais “são casos conexos” e foram idealizados dentro da Casa Civil durante o primeiro mandato do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O ex-ministro-chefe de Lula era José Dirceu, preso e processado por corrupção e lavagem de dinheiro.

Durante entrevista em que foram revelados dados da nova fase da Operação Lava Jato, a 19ª etapa, com onze mandados judiciais cumpridos, o procurador disse que não tem dúvida de que a organização criminosa é a mesma do Mensalão, Petrolão e Eletronuclear. 

“Quando falamos que estamos investigando esquema de compra de apoio político para o governo federal através de corrupção, estamos dizendo que os casos Mensalão, Petrolão e Eletronuclar são todos conexos porque dentro deles está a mesma organização criminosa e as pessoas ligadas aos partidos políticos. Não tenho dúvida nenhuma de que todos ligados à Casa Civil do governo Lula, tudo foi originado dentro da Casa Civil”, disse.

Aprenda a investir na bolsa

O alvo desta nova fase da Lava Jato são propinas que teriam sido pagas envolvendo a Eletronuclear e a diretoria internacional da Petrobras (PETR3; PETR4).