Imprensa internacional

Escândalos emocionantes no Brasil têm de tudo (exceto sexo), afirma CNN

“Atualmente, os escândalos políticos no Brasil são tão intrigantes quanto qualquer novela latina pela qual eles sempre foram obcecados. O problema é que dessa vez a trama não é ficção e todo o país está vivendo-a'', afirmou a rede de TV americana

SÃO PAULO – “Exceto sexo (por enquanto), os emocionantes escândalos do Brasil têm de tudo”. É com esse título que a CNN destaca a gravidade da crise brasileira, que vem ameaçando os clichês sobre o País, diz a rede norte-americana de TV. 

“Atualmente, os escândalos políticos no Brasil são tão intrigantes quanto qualquer novela latina pela qual eles sempre foram obcecados. O problema é que dessa vez a trama não é ficção e todo o país está vivendo-a”, afirmou. 

Em entrevista com diversas pessoas, a CNN destaca algumas frases como “é uma telenovela assustadora”. Outras se referirem à elite política como formada por “ladrões”, enquanto também há a avaliação de que os “brasileiros estão abrindo os olhos, o que já deveria ter ocorrido há muito tempo”. 

A CNN ressalta que os brasileiros estão acompanhando de perto as notícias sobre os problemas políticos que lembram o “Watergate” nos EUA que culminou com a renúncia do então presidente dos Estados Unidos, Richard Nixon, em 1974.

A rede de TV americana destaca ainda que, a cada nova investigação ou processo judicial (e tem havido dezenas) parece puxar ainda mais o fio da corrupção. O cenário ruim se complementa ainda com o cenário deteriorado na economia, com o País entrando em seu segundo ano de recessão e registrando o pior desempenho econômico em duas décadas.

Além de tudo isso, há o vírus Zika, que tem sido uma soma particularmente ameaçadora para tudo o que aflige o país. “O zika é um vírus misterioso que anda perseguindo o Brasil. Ela é transmitida por mosquitos de forma alarmante e pode ter causado um distúrbio neurológico devastador em centenas de recém-nascidos”, destaca a CNN. Apesar de tudo, o Brasil vem convidando o mundo para as Olimpíadas no Rio de Janeiro, no segundo semestre. 

“O que preocupa muitos brasileiros é que os jogos podem ser lembrados por todas as razões erradas”, conclui. 

Especiais InfoMoney:

Carteira InfoMoney rende 17% no 1º trimestre; 5 novas ações entraram no portfólio de abril

André Moraes diz o que gostaria de ter aprendido logo que começou na Bolsa

 

PUBLICIDADE