Guerra no Facebook

Enquanto PT relança “Super presidente”, PSDB procura por Dilma “desaparecida”

Enquanto o Facebook de Dilma "reativou" a presidente como uma super-heroína, agora ao falar sobre os números de criação de vagas no seu primeiro mandato, a página oficial do PSDB brincou com as poucas aparições da presidente logo após a sua posse

SÃO PAULO – A eleição acabou há exatamente três meses, com Dilma Rousseff (PT) sendo reeleita presidente com uma pequena margem em relação a Aécio Neves (PSDB). Contudo, se depender das redes sociais, a disputa parece estar longe de acabar.

Enquanto o Facebook de Dilma “reativou” a presidente como uma super-heroína, desta vez ao falar sobre os números de criação de vagas no seu primeiro mandato, a página oficial do PSDB brincou com as poucas aparições da presidente logo após a sua posse.

O que se destaca é que é o novo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, que vem dando as notícias mais impopulares como contingenciamento de gastos, fim dos incentivos e elevação dos impostos, enquanto a presidente ainda não se pronunciou sobre o assunto. 

PUBLICIDADE

No post divulgado pelo PSDB na tarde desta segunda-feira, uma foto de Dilma em preto e branco está em destaque como Desaparecida. Embaixo da foto, há a seguinte frase: “não é vista no País há várias semanas, desapareceu falando sobre um Brasil com inflação sob controle, juros baixos, crescimento alto, sem apagões e onde não se mexe nos direitos do trabalhador ‘nem que a vaca tussa'”. Pelo jeito, as mídias sociais seguirão depois das eleições como um bom termômetro da política nacional, mesmo após as eleições.