Eleições

Empresa citada em propina da Petrobras já doou R$ 6 milhões para Dilma e Aécio

UTC Engenharia é uma das maiores doadoras das duas campanhas; a companhia também já doou R$ 6,4 milhões para diretório nacional do PT

SÃO PAULO – Um dos grandes assuntos do final de semana, as revelações feitas sobre a delação premiada do ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto da Costa, continua a afetar os candidatos à presidência, e agora, o até então “imune” às declarações, Aécio Neves também pode se complicar. Tudo porque a UTC Engenharia, citada por Paulo Roberto, é uma das maiores doadoras da campanha do tucano, e de Dilma.

Segundo a informação da revista Época no final de semana, a empreiteira seria uma das que fechou contrato com a Petrobras para pagar 3% de propina aos políticos envolvidos. Segundo os dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), as maiores doações de campanha da empresa foram feitas para o diretório nacional do PT – o que não significa doação direta para Dilma, sendo que os recursos podem ser repassados para outros candidatos.

Para o PT foram seis transferências entre em pouco mais de um mês entre julho e agosto. No total, a UTC doou R$ 6,4 milhões para o partido. Diretamente para Dilma Rousseff, as doações chegam a R$ 5 milhões, todas feitas no mês passado. Com isso, a empreiteira fica na terceira colocação entre as empresas que mais doaram para a candidata, que até agora já recebeu R$ 213,6 milhões.

PUBLICIDADE

Enquanto isso, Aécio recebeu dois pagamentos por parte da UTC, cada um no valor de R$ 500 mil. Apesar de valores mais baixos que os de Dilma, a companhia é a quinta maior doadora para a campanha do tucano, que até o momento já recebeu R$ 44,5 milhões em doações. Já Marina Silva, do PSB, não recebeu nenhuma doação da empreiteira. A UTC Engenharia negou ter qualquer envolvimento com irregularidades e atividades ilícitas.