AO VIVO Por Dentro dos Resultados: CEO e CFO do Fleury falam sobre o balanço da rede de laboratórios; assista

Por Dentro dos Resultados: CEO e CFO do Fleury falam sobre o balanço da rede de laboratórios; assista

Em visita ao Brasil, Rice sugere revisão na segurança das regiões fronteiriças

Secretária foi enfática ao dizer que a região não poder servir de abrigo à terroristas, e citou também os conflitos com as Farc

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Em sua visita ao Brasil, a Secretária de Estado dos EUA, Condollezza Rice, sugeriu que os países da América do Sul montem uma estratégia conjunta para melhor policiar suas fronteiras.

Entretanto, afirmou reconhecer os esforços do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em pacificar os problemas entre os países da região.

Rice foi enfática ao dizer que as fronteiras não podem ser esconderijo para terroristas. Além disso, demonstrou que o Brasil tem total apoio norte-americano nesse combate e se mostrou disposta a aceitar sugestões que incrementem as operações regionais.

Forças Revolucionárias

Aprenda a investir na bolsa

A secretária lembrou que os Estados Unidos e a Colômbia aceitaram a obrigação de fazer tudo o que puderem para evitar o uso de seus territórios por terroristas, imposta pela ONU (Organização das Nações Unidas).

Vale ressaltar que as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), por matarem civis inocentes, são consideradas um grupo terrorista pelos EUA.

Adicionalmente, Rice sinalizou que seu país tem orgulho de ajudar a Colêmbia a encontrar meios mais eficientes de proteger seus cidadãos contra o narcotráfico e contra narcoterroristas. Por fim, ressaltou que todos os estados se comprometeram a proteger os seus respectivos territórios, sendo assim, espera que isso ocorra.