Mentiras e boatos

Em vídeo, FHC desmente boatos e alerta: “cuidado com essas ‘pós-verdades'”

Segundo ele, atualmente as mentiras se tornaram "fantasmas com vida própria" e conclama seus seguidores a se atentarem aos fatos quando consumirem informação

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso divulgou um vídeo em suas redes sociais em que desmente frases e fatos atribuídos a ele e alerta para o perigo da disseminação de informações falsas pelas redes sociais. (Veja o vídeo abaixo)

“Cuidado com essas ‘pós-verdades'”, escreveu na descrição do vídeo, em referência à expressão escolhida como palavra do ano pela Universidade de Oxford em 2016 e que faz referência às circunstâncias nas quais fatos influenciam menos a opinião pública que apelos à emoção e a crenças pessoais.

No declaração, o tucano afirma que “muitas mentiras” já foram atribuídas a ele e nega uma lista de informações que circulam nas redes sociais envolvendo seu nome.

Aprenda a investir na bolsa

A mais recente, seria a formação de um pacto com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o presidente Michel Temer (PMDB) para “abafar” as investigações da Operação Lava Jato. “Acho que a Lava Jato é uma coisa positiva, deve ir até o fim. Não há nada disso. Não houve nenhuma conversa nesse sentido”, disse, afirmando que tudo é “fofoca”.

O político nega também que tenha um apartamento em Paris e rebate os comentários de que teria declarado “esqueçam o que eu escrevi” ao assumir a presidência da República, em 1995. “Nunca disse isso”.

FHC esclarece ainda o que quis dizer quando usou o termo “vagabundos” para se referir aos aposentados. “Chamava aqueles que se aposentava cedo e ganhavam muito”, explica.

Segundo ele, atualmente as mentiras se tornaram “fantasmas com vida própria” e conclama seus seguidores a se atentarem aos fatos quando consumirem informação. “Não leve a sério o que não é verdadeiro, o que não está comprovado, o que é mera insinuação”, afirmou.