Europa

Em seu pior momento, Theresa May enfrenta eleição por futuro do Brexit; veja o que está em jogo

Se antes tudo parecia certo para a vitória da primeira-ministra Theresa May, nas últimas semanas tudo mudou e agora este se torna mais um evento incerto na política europeia

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Em junho de 2016, o mundo foi pego de surpresa quando os eleitores britânicos decidiram decidiram que era hora de sair da zona do euro. Mas aquilo era apenas o início de um longo processo e nesta quinta-feira (8) mais uma importante etapa acontece, com a realização de eleições parlamentares.

Apesar de ser um evento interno, a eleição será decisiva para o momento em que o Reino Unido passará a negociar os detalhes da saída do bloco europeu. E se antes tudo parecia certo para a vitória da primeira-ministra Theresa May, nas últimas semanas tudo mudou e agora este se torna mais um evento incerto na política europeia.

Convocado pela própria premiê de forma antecipada há cerca de dois meses, a ideia de uma eleição era reforçar o poder seu partido, o Conservador, dentro do parlamento, o que pode tornar o processo do Brexit mais fácil e sem grandes disputas internas. Mas desde então, May perdeu uma vantagem de 24 pontos para apenas 3 contra o Partido Trabalhista, de oposição.

PUBLICIDADE

Para ter a maioria do Congresso, a primeira-ministra precisa que seu partido tenha mais de 326 cadeiras, a questão é que conseguir só isso será pouco. Hoje os Conservadores têm 330 lugares, com uma vantagem de 17 cadeiras na maioria. Porém, alguns especialistas acreditam que para realmente mostrar força, May teria que conseguir entre 50 e 70 lugares de vantagem no Parlamento.

O grande problema é que a premiê tem perdido muita força, principalmente após os recentes ataques em Londres e Manchester, que levaram políticos e população a criticarem bastante a falta de força que May teria mostrado para enfrentar a situação. Resta saber como isso irá se refletir nas urnas.

A votação será aberta às 3h (horário de Brasília) e termina às 18h, momento em que será apresentada a pesquisa boca de urna – que nos últimos anos acertou o resultado. As últimas eleições tiveram horários bastante diferentes de proclamação de resultado, mas a expectativa é que haja a confirmação entre meia-noite e 3h da sexta-feira (9).