RADAR INFOMONEY Petrobras (PETR4) sobe com petróleo, vacinas e redução de dívida; veja perspectivas para as ações

Petrobras (PETR4) sobe com petróleo, vacinas e redução de dívida; veja perspectivas para as ações

Crisezinha

Em Nova York, Temer afirma que existe uma “crisezinha” política por causa de Cunha

"O Cunha fez declaração de natureza pessoal e fez questão de registrar esse fato. O próprio partido já se manifestou que não significa o afastamento do PMDB, significa o afastamento dele", afirmou Temer

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Em Nova York, o vice-presidente da República Michel Temer minimizou a decisão do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de romper com o governo. 

Temer afirmou que Eduardo Cunha na oposição causa “crisezinha política” no País. “O Cunha fez declaração de natureza pessoal e fez questão de registrar esse fato. O próprio partido já se manifestou que não significa o afastamento do PMDB, significa o afastamento dele”, afirmou Temer.

E ressaltou: “crise institucional não existe. É uma crise política, mas não institucional. O Brasil vive uma tranquilidade institucional apesar de todos esses embaraços. Esses incidentes ou acidentes que acontecem de vez em quando não devem abalar a crença no país”. “A palavra crise tem gradações”. 

Aprenda a investir na bolsa

Ao ser questionado sobre a posição defendida em Brasília por alguns deputados sobre a saída de Cunha da presidência da Câmara, Temer afirmou que esta é uma decisão da Casa.  “É uma decisão do Congresso Nacional. Quanto menos tivermos embaraços institucionais é melhor para o país.”

Temer chegou a Nova York no último sábado e fez hoje uma apresentação para investidores e acadêmicos, com o tema “Brasil em perspectiva: políticas econômicas e reformas em curso”. O vice-presidente destacou que, no Brasil, há um clima de absoluta estabilidade institucional e jurídica e que impedir a inflação e desemprego também faz parte do ajuste fiscal. “Estamos em uma democracia muito sólida, temos desemprego ainda palatável, temos uma economia ainda forte”, afirmou. 

(Com Agência Estado e Bloomberg)