Em nota, Meirelles abre espaço para PMDB compor chapa sem sua presença

Presidente do BC reafirmou que só irá anunciar decisão sobre seu futuro profissional em março, mesmo com pressão do PMDB

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, reafirmou em nota sua disposição de só anunciar seu futuro profissional ao final de março. No entanto, com a crescente pressão dentre do PSDB de Goiás para que Meirelles defina se é ou não candidato ao governo do Estado, o presidente da instituição deixou livre o caminho para que o partido forme chapa sem sua participação.

“Tomei a decisão de liberar o PMDB de Goiás de qualquer compromisso de dar prioridade ao meu nome e deixá-los à vontade para comporem a chapa ao governo imediatamente, se assim julgarem necessário, sem a minha participação”, escreveu em nota divulga na tarde desta quinta-feira (11).

Meirelles afirmou que suas responsabilidade “com a preservação do equilíbrio macroeconômico” do País o impedem de antecipar sua decisão, mas que ele entende as razões políticas que levam os representantes da legenda, em especial o prefeito de Goiânia, Iris Rezende, a pressioná-lo.

Aprenda a investir na bolsa