Em evento, Dilma afirma que obras do PAC não foram afetadas por crédito fraco

Ministra reconhece a existência de tensões econômicas mas afirma que sistema financeiro e economia brasileira são sólidos

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Em participação em um evento organizado pela CNI (Confederação Nacional da Indústria) a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, afirmou que a falta de crédito não teve impacto sobre as obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

De acordo com a ministra, o Governo ainda não identificou nenhum problema no financiamento das obras de infra-estrutura previstas no programa. Porém, reconheceu a existência de tensões e incertezas sobre o cenário econômico global, mas afirmou que o economia brasileira se mantém sólida.

Bancos e pré-sal

Sobre as incertezas que cercam o sistema financeiro do País e a medida provisória que autoriza a Caixa Econômica Federal a comprar participações em empresas, Dilma disse que os recursos do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), que financiam até 70% dos projetos, estão garantidos e que a medida não possui caráter de estatização.

Aprenda a investir na bolsa

Ademais, também foi prometido um prazo para a definição das diretrizes de exploração da camada do pré-sal, que segundo a ministra deverão ser divulgadas até o final de novembro. Segundo ela, os motivos da revisão seriam os baixos custos e a alta qualidade do petróleo encontrado na região.