Em entrevista, ministra Dilma Rousseff afirma que retirou linfoma

Ministra da Casa Civil fará quimioterapia por quatro meses, mas continua suas funções normalmente

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A ministra da Casa Civil Dilma Rousseff concedeu entrevista coletiva neste sábado (25) no hospital Sírio Libanês para relatar sobre a retirada de um linfoma – câncer no sistema linfático – da axila esquerda.

O procedimento ambulatorial ocorrera há algumas semanas e o tumor de cerca de dois centímetros fora removido. O câncer foi detectado em estágio inicial e a ministra será submetida a quimioterapia complementar por aproximadamente quatro meses.

Após a operação, vários exames foram feitos para detectar a eventual metástase do câncer pelo corpo, o que não foi encontrado. O linfoma ficara restrito à área.

PUBLICIDADE

Trabalho

Na entrevista, a ministra afirmou algumas vezes que o tratamento não atrapalhará seu trabalho e que continuará exercendo suas funções normalmente. “Como qualquer pessoa, fazer quimioterapia é algo desagradável. Mas, vou ter um processo de superação desta doença”, completou.