Caravana pelo Nordeste

Em ato com Lula, líder do MST chama Moro de “merdinha” e “bundão”

"Não é merdinha, é bundão, do Moro, que não tem moral nenhuma para criminalizar o Lula", afirmou João Pedro Stédile

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – No encerramento da caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo Nordeste, na noite de terça-feira (5), o líder do MST (Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra), João Pedro Stédile, chamou juiz da 13ª vara de Curitiba, Sérgio Moro, de “merdinha” e “bundão”.

Em São Luís, no Maranhão, Stédile xingou o magistrado ao falar sobre o novo depoimento que o ex-presidente terá de prestar na próxima quarta-feira (13) em caso que investiga se Lula recebeu propinas da Odebrecht.

“Agora, no dia 13 de setembro, quando aquele merdinha do juiz de Curitiba. Não é merdinha, é bundão, do Moro, que não tem moral nenhuma para criminalizar o Lula. Nós dos movimentos populares estaremos em Curitiba para dizer não mexa com Lula que mexe nós”, disse o líder do MST sob aplausos.

Aprenda a investir na bolsa

Lula estava presente no ato e em sua fala aproveitou para se defender das recentes denúncias contra ele, além de atacar Justiça. “Se vocês querem me derrotar, vêm pra rua. Se vocês querem prender corruptos, vão atrás de quem vocês sabem que roubou”, disse. “Pois se pegarem na minha conta um real de desvio, eu venho aqui pedir desculpas”, completou.