Eleição

Em ataque à Marina, Dilma diz: “não dá para vestir as duas roupas”

A petista falou ainda que Marina precisa parar de usar conveniências pessoais para fazer declaração, lembrando que ela ficou 27 anos no PT

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Dilma Rousseff voltou a atacar a candidata pelo PSB à Presidência da República, Marina Silva, em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira (11) no Palácio da Alvorada, em Brasília. “Não dá para vestir as duas roupas”, disse a petista em referência à candidata da oposição, informou o Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado. 

Dilma disse ainda que Marina precisa parar de usar conveniências pessoais para fazer declaração, lembrando a pessebista ficou 27 anos no PT e obteve todos os seus mandatos graças ao partido. 

Mais cedo, Marina Silva falou, durante sabatina do jornal O Globo, que as pessoas não confiam em um partido que colocou um diretor na Petrobras (PETR3; PETR4) para “assaltar os cofres” da estatal. Ela fez referência à Paulo Roberto Costa, ex-diretor da empresa, preso pela operação Lava Jato por suspeita de participar de um esquema de corrupção em contratos da empresa. 

Aprenda a investir na bolsa