Tragédia

Em 1ª aparição após morte do filho, Alckmin exalta fé e solidariedade de amigos

Governador de São Paulo e sua esposa compartilham textos nas redes sociais nos quais agradecem apoio após tragédia que matou Thomaz Alckmin, de 31 anos

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Praticamente uma semana depois da morte do filho, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), quebrou o silêncio e escreveu um texto nas redes sociais agradecendo as mensagens de apoio, solidariedade e carinho de amigos e familiares. Thomaz Alckmin, que faria 32 anos na segunda-feira (6) morreu em acidente de helicóptero na quinta passada em Carapicuíba. 

“Perder um filho é uma dor sem limite. Só a fé e a solidariedade dos amigos nos ajudam a suportá-la neste momento”, disse o governador.

Junto com ele, mais quatro pessoas morreram: o piloto Carlos Haroldo Isquerdo Gonçalves, de 53 anos, e os mecânicos Paulo Henrique Moraes, de 42, Erick Martinho, de 36, e Leandro Souza, de 34.

PUBLICIDADE

Além do governador, sua esposa, Lu Alckmin, também escreveu pela primeira vez desde a tragédia, compartilhando um texto de Santo Agostinho para homenagear a memória do filho. 

Leia a íntegra do texto publicado por Lu Alckmin nas redes sociais:

“O amor não desaparece jamais.

Eu sou eu, vocês são vocês.

O que eu era para vocês, eu continuarei sendo.

Me dêem o nome que vocês sempre me deram,

PUBLICIDADE

falem comigo como vocês sempre fizeram.

Vocês continuam vivendo no mundo das criaturas,

eu estou vivendo no mundo do Criador.

Não utilizem um tom solene ou triste.

Continuem a rir daquilo que nos fazia rir juntos.

Rezem, sorriam, pensem em mim. Rezem por mim.

Que meu nome seja pronunciado como sempre foi,

sem ênfase de nenhum tipo.

Sem nenhum traço de sombra ou tristeza.

A vida significa tudo o que ela sempre significou,

o fio não foi cortado.

Eu não estou longe,

Apenas estou do outro lado do Caminho …”

Santo Agostinho

Thomaz Rodrigues Alckmin

6-4-1983 | 2-4-2015