Eleitores do município de São Paulo preferem desempenho de Alckmin ao de Lula

Pesquisa da Fecomercio mostra que a população da maior cidade do país está mais satisfeita com a atuação do candidato tucano

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Descrevendo mais um dado favorável ao candidato Geraldo Alckim (PSDB), que tem crescido nas últimas pesquisas de popularidade, e esquentando ainda mais a disputa presidencial deste ano, a Fecomercio (Federação do Comércio do Estado de São Paulo) publicou nesta terça-feira, 1º de agosto, sua Pesquisa de Avaliação Política (PAP).

Avaliando o desempenho de Alckmin como governador de São Paulo e de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) como presidente, a federação constatou que uma maior parcela dos cerca de mil eleitores do município de São Paulo está mais satisfeita com o desempenho do governo tucano ao do petista.

A sondagem mostra que 48,9% dos entrevistados aprovaram o desempenho do governo petista, contra 48,6% que desaprovaram. Já no caso do desempenho do governo de Alckmin, o estudo revela que 76,0% aprovam e 18,5% desaprovam. A margem de erro da pesquisa é de 3,16%.

Rejeição ao candidato Lula é de 46,3%

Aprenda a investir na bolsa

Perguntados se votariam no presidente Lula, caso a eleição fosse hoje, 30,3% afirmaram que sim, 64,5% que não e 5,1% não responderam. Já quando questionados em quem votaria se as eleições fossem em julho, 46,9% dos entrevistados disseram que votariam no candidato Geraldo Alckmin e 27,1% em Lula.

Avaliando o nível de rejeição dos eleitores do município de São Paulo, o candidato petista também se destaca. Ao menos 46,3% dos eleitores entrevistados disseram que não votariam em Lula de maneira alguma se as eleições fossem hoje. No caso de Alckmin, 11,9% tiveram a mesma posição.

Por fim, a Fecomercio questionou os eleitores quanto as expectativa em relação à situação econômica após as eleições. Para 56,3% dos entrevistados a situação ficará estável, independentemente do presidente eleito. Já 33,1% acreditam em melhora e 10,5% apostam em deterioração.