Eleições no Japão: candidatos não podem usar Twitter e blogs

Políticos tiveram de encerrar ou deixar de atualizar blogs e suas contas no Twitter e Facebook, devido à lei de 1950

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Cerca de 1.370 candidatos nas eleições do Japão, que ocorrem no próximo dia 30 de agosto, tiveram de encerrar ou deixar de atualizar suas contas em blogs e redes sociais como Twitter e Facebook.

Isso porque a lei eleitoral do país proíbe a exposição de conteúdo relacionado com a campanha nos 12 dias anteriores à votação. Essa legislação está em vigência a 59 anos e, para alguns candidatos, deveria ser modificada.

Campanha nas ruas

Com a proibição de publicar textos, discursos e imagens relacionadas à campanha eleitoral, a saída dos candidatos é tentar ganhar os votos pessoalmente, partindo pela vizinhança, inclusive realizando discursos em estações de trens.

Aprenda a investir na bolsa

A lei também tem sido apontada como um dos fatores para a baixa adesão dos jovens às eleições, já que não possibilita o uso de novos meios de comunicação e faz com que as campanhas continuem sendo feitas de forma antiga.