Eleições 2010: partidos da base começam a discutir possíveis alianças

PSB de Ciro Gomes vê candidatura própria; PDT e PMDB enxergam problema para repetir coligação nacional nos estados

SÃO PAULO – Os partidos aliados do governo começam a discutir os rumos de suas candidaturas para o próximo ano eleitoral. Com a improbabilidade de repetir as alianças nos estados e o crescimento de nomes da própria base nas pesquisas eleitorais sobre sucessão presidencial, os partidos começam a pensar em possíveis coligações fora do eixo PT-PMDB.

Segundo o senador Renato Casagrande (PSB-ES), a candidatura própria está consolidada no partido após Ciro Gomes aparecer na terceira posição em pesquisa realizada sobre a disputa pela Presidência. A questão agora é articular alianças para dar maior espaço na televisão e no rádio para o potencial candidato.

No PDT e no PMDB, o principal entrave na composição da aliança nacional está na dificuldade de repeti-la em nível estadual. O senador Osmar Dias (PDT-PR) citou dificuldades no Rio Grande do Sul, no Maranhão e no Espírito Santo.

PT

PUBLICIDADE

Em seu blog, José Dirceu afirmou que o PT precisa analisar o lançamento de candidaturas próprias nos estados em que o PMDB também estará na disputa, pois desentendimentos entre os dois partidos podem causar ruptura na aliança nacional já pré-estabelecida.

O líder do PT no Senado, Aloizio Mercadante (SP), disse que não acredita em debandadas da atual base governista no primeiro turno. O petista ainda afirmou que agora a prioridade é resolver os problemas estaduais.