Eleições 2016

Eleição em São Paulo tem triplo empate com Doria, Russomanno e Marta, diz Datafolha

Pesquisa mostra um forte crescimento do tucano, enquanto Russomanno e Marta caem nas intenções de voto

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A mais recente pesquisa Datafolha divulgada na noite desta quinta-feira (22) mostrou um forte crescimento de João Doria (PSDB) e queda de Celso Russomanno (PRB), que levou a um triplo empate técnico em São Paulo. Segundo a pesquisa, o tucano chegou a 25% das intenções de voto, enquanto o deputado caiu para 22%. Já Marta Suplicy (PMDB) recuou para 20%.

O candidato à reeleição, Fernando Haddad (PT), manteve-se no mesmo patamar, com 10% das intenções de voto, ante os 9% aferidos na pesquisa anterior. Já Luiza Erundina (PSOL) oscilou de 7% para 5%. 

Major Olímpio (SD) ficou com 2%, Levy Fidelix (PRTB), 1%, e Ricardo Young (Rede) e João Bico (PSDC) não pontuaram. Henrique Áreas (PCO) e Altino (PSTU) não foram citados. Votos brancos ou nulos somaram 11%, e 4% dos eleitores não opinaram.

Aprenda a investir na bolsa

Nas projeções de segundo turno feitas pelo Datafolha, há empate técnico entre os três primeiros colocados. Russomanno ficaria com 44% ante 38% de Doria e 40% se pegasse Marta, com 41%. Se a disputa fosse entre Doria e Marta, o tucano teria 41% e a senadora 42%.

A margem de erro do levantamento, contratado pela Folha e a TV Globo, é de três pontos percentuais para mais ou para menos. O instituto ouviu 1.260 pessoas, na última quarta-feira (21).

Doria é quem tem a evolução mais expressiva, fruto de um maior tempo de televisão. O tucano teve um salto de 20 pontos percentuais, saindo de 5% no fim de agosto, passando por 16% no início deste mês e 25% na atual pesquisa. 

Já Russomanno, que tinha 15 pontos na liderança no início da disputa: saiu de 31% de intenção, a 26% e agora para 22%. Marta, por sua vez, cresceu na primeira fase da campanha de 16% para 21% e manteve a posição com o atuais 20%.