Eleição de Barack Obama à Casa Branca ganha nota média 8 em avaliação

Metade dos consultados dá nota máxima para vitória democrata; anúncio de secretário do Tesouro não deve vir nesta semana

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A votação histórica que elegeu Barack Obama para ser o primeiro negro que irá comandar a maior potência mundial trouxe euforia a um país afundado em grave crise econômica. Marcante em sua campanha, a promessa de “mudança” ultrapassou fronteiras e conquistou usuários do portal InfoMoney.

Esse foi o resultado de avaliação promovida pelo site. Frente à pergunta: “Que nota você dá para a escolha de Barack Obama como Presidente dos EUA?”, foram coletadas 3.538 opiniões, que resultaram em uma nota média 8, numa escala de 0 a 10, o que indica uma percepção agregada positiva.

Mais da metade dos consultados atribuiu a nota dez, e cerca de 5% preferiram a nota zero. Na última terça-feira (4), em votação marcada pelo recorde de comparecimento nos últimos cem anos, Obama venceu John McCain com 66% dos eleitores registrados. A vantagem sobre o adversário foi a maior registrada desde 1996.

Sem precedentes

Aprenda a investir na bolsa

O entusiasmo que emergiu da vitória do candidato democrata bate de frente com um desafio com poucos precedentes na história. A cada dia o fragilizado quadro econômico norte-americano ganha nova referência. Na sexta-feira, foi anunciado que os EUA perderam 240 mil vagas de trabalho em outubro, e a taxa de desemprego pulou de 6,1% para 6,5%.

Em sua primeira coletiva de imprensa, três dias após ser eleito novo presidente do país, Barack Obama deixou clara a necessidade de urgência para conduzir uma economia “que enfrenta o maior desafio das nossas vidas”. Afirmou que vai focar em planos econômicos para a classe média, pequenas empresas, além da extensão de benefícios para desempregados.

Para professor da Faculdade de Economia da USP, Fabio Kanczuk, a ascensão do líder democrata não é sinônimo
de grandes mudanças. “Talvez a graça do Obama seja o fato dele não mexer muito nas coisas, mas ter esse visual meio cool, esperto, que dá a sensação de grandes mudanças; mas, no fim, muito pouca alteração deve ocorrer”, disse, ressaltando falta de clareza sobre sua política fiscal.

Novo titular do Tesouro

Apesar de destacar urgência para enfrentar a crise, o presidente eleito dos EUA ainda não anunciou o nome do novo secretário do Tesouro norte-americano. Segundo a agência Reuters, a porta-voz Stephanie Cutter revelou que ele não divulgará nenhum cargo de sua equipe de governo nesta semana.

Confira a avaliação

Que nota você dá para a escolha de Barack Obama como Presidente dos EUA?VotosPercentual
02055,79%
1190,54%
2220,62%
3220,62%
4371,05%
52517,09%
61393,93%
73229,10%
846813,23%
92376,70%
101.81651,33%
Total3.538100%