Possível delação

Eike Batista estuda fazer delação premiada trazendo revelações sobre o BNDES

"Durante seu funcionamento, as empresas do grupo X tomaram muitos empréstimos do BNDES. E o próprio Eike já alertava autoridades para investigar o banco", afirma a coluna do Estadão

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Preso desde segunda-feira, o empresário Eike Batista estuda, caso faça delação premiada, trazer informações sobre o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), informa a Coluna do Estadão desta quarta-feira (1).

“Durante seu funcionamento, as empresas do grupo X tomaram muitos empréstimos do BNDES. E o próprio Eike já alertava autoridades para investigar o banco”, afirma a coluna.

Ontem, instantes antes de Eike chegar à Polícia Federal para depor, seu advogado, Fernando Martins, informou a jornalistas que não tem conhecimento de qualquer negociação do empresário para um acordo de delação premiada. 

Aprenda a investir na bolsa

Segundo informa a coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo, Eike confessou no depoimento à PF  que repassou US$ 16,5 milhões para Sérgio Cabral por meio dos irmãos-doleiros Marcelo e Renato Chebar, dinheiro este envolvido na falsa venda de uma mina de ouro.