Edison Lobão Filho pretende se desligar do DEM amigavelmente

Após assumir o cargo deixado pelo pai, o novo senador declara que colocará um fim à suplência no Congresso

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Na última quarta-feira (30), Edison Lobão Filho tomou posse da vaga deixada no Senado pelo pai, Edison Lobão. Sem apresentar sua defesa em relação às acusações de sonegação de impostos, o novo senador fez críticas ao DEM.

Lobão Filho acusou o DEM de perseguição, afirmando que sofreu hostilidade e foi julgado pelo partido, mas ressaltou que sua saída da sigla será amigável.

O senador ainda declarou ter recebido convites do PMDB, PR e PTB e que decidirá com seus advogados uma forma de se desligar do DEM sem sofrer nenhuma punição da lei eleitoral.

Primeira intenção do novo senador

PUBLICIDADE

Edison Lobão Filho afirmou que pretende apresentar um projeto de lei visando a alteração das regras de suplentes para Câmara e para o Senado. O suplente pretende alterar as mesmas regras que o beneficiaram anteriormente.