STOCK PICKERS AO VIVO Fernando Fontoura, da Persevera Asset, e Betina Roxo, estrategista chefe na Rico, contam o que esperar da temporada de resultados

Fernando Fontoura, da Persevera Asset, e Betina Roxo, estrategista chefe na Rico, contam o que esperar da temporada de resultados

Eleição 2014

Economia será o peso principal na hora do voto, diz Brasil Plural

Nesta manhã, o Datafolha divulgou uma pesquisa que confirmou queda de Dilma nas intenções de voto de 37% para 34%

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Nas palavras do célebre estrategista norte-americano James Carville, que cunhou durante a campanha de Bill Clinton a expressão “é a economia, estúpido”, que o Brasil Plural estima qual será o desfecho da eleição presidencial de 2014. Para a equipe econômica do banco de investimentos, a economia será o fator decisivo na hora do voto. 

Nesta manhã, o Datafolha divulgou uma pesquisa de intenção de votos, que confirmou uma lenta tendência de queda na reeleição de Dilma Rousseff (PT). Na comparação com maio, data do levantamento anterior, a atual presidente caiu de 37% para 34%. Mas assim como ele, seus dois principais rivais também variaram negativamente. O senador Aécio Neves (PSDB) passou de 20% para 19%, enquanto Eduardo Campos (PSB) passou de 11% para 7%. 

Com a pesquisa vindo a poucos dias do início da temporada de convenções partidárias, quando são escolhidas as coligações e candidatos para as eleições, alguma alteração pode vir. Para a atual presidente, os economistas citam dois fatores interessantes que a pesquisa mostrou: 74% quer mudanças e, depois de Lula, o político que parece mais qualificado a realizar essas mudanças é Aécio, não Dilma. 

Aprenda a investir na bolsa

Embora Dilma Rousseff ainda seja uma candidata a ser alcançada, as chances dela vencer continuam caindo e a eleição só deve ser decidida perto de outubro, disseram os economistas. Eles citam que as chances do PMDB rejeitar uma coligação com a Dilma aumentaram, lembrando que a partir do dia 10 de junho até 30 de junho, os partidos políticos com registro no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) poderão realizar convenções destinadas à deliberação sobre coligações e à escolha de candidatos para as eleições gerais deste ano. 

Confira a simulação da pesquisa Datafolha para o 1° turno:

Pré-candidatos*14 de fevereiro (%)14 de abril (%)14 de maio (%)14 de junho (%)
Dilma Rousseff (PT)44383734
Aécio Neves (PSDB)16162019
Eduardo Campos (PSB)910117
Nulos/Branco19201617
Não sabe79813
*Dados da pesquisa Datafolha de intenções de voto para eleição presidencial